Metodologia DISC: aprenda como aplicar na sua empresa

Segundo o método, o comportamento humano é definido por quatro fatores: Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade.

07-01-2019

.

O que faz um colaborador produzir mais, apresentar um bom desempenho e ser feliz no local onde trabalha? A compatibilidade entre o perfil comportamental e a tarefa que ele precisa realizar no dia a dia é um aspecto que interfere nesse resultado.

A metodologia DISC ajuda a identificar essas características, facilitando a alocação. Quer saber o que é essa técnica e conhecer os fatores que definem o comportamento das pessoas? Continue a leitura do artigo!

O que é metodologia DISC?

Trata-se de um método utilizado para identificar estilos comportamentais. Ele foi desenvolvido a partir de 1920 por William Marston, PhD em Psicologia pela Universidade de Harvard.

Esse pesquisador tinha o objetivo de explicar a resposta emocional das pessoas diante de diversas situações. Com seu estudo, desenvolveu uma técnica para medir estilos comportamentais.

Para Marston, o comportamento do ser humano é definido pela combinação de quatro fatores: Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade. A partir do resultado da pesquisa, o psicólogo escreveu um livro, 'As emoções das pessoas normais'. Ele foi publicado em 1926.

Quais são os fatores que interferem no comportamento?

Além de apresentar um estudo confiável, Marston continuou aperfeiçoando seu sistema de avaliação. Dessa maneira, a metodologia DISC se transformou na ferramenta de análise de comportamento mais utilizada pelas empresas ao redor do mundo.

Conhecer os quatro fatores é importante para selecionar um profissional com perfil comportamental compatível com a função que a empresa espera que ele exerça. Portanto, a metodologia pode ajudá-lo a formar uma equipe de sucesso. Saiba a seguir quais são eles!

Dominância

Esse aspecto indica como a pessoa enfrenta um desafio. Segundo a teoria, a emoção predominante nesse tipo de perfil é a raiva. O colaborador é descrito como orientado para resultado, decidido, competitivo e direto.

Influência

O segundo fator é um indicativo de como a pessoa lida com as outras — e, consequentemente, com questões relacionadas à influência. O colaborador é descrito como inspirador, sociável e popular, além de confiar em si mesmo e nos colegas. Segundo a teoria, ele é otimista.

Estabilidade

Nesse item, a metodologia avalia como a pessoa encara a mudança. Quem tem esse fator predominante costuma apresentar a capacidade de não demonstrar sua emoção.

O colaborador com esse perfil geralmente é reconhecido por ter paciência e ser um bom ouvinte. Sua constância também é admirada. Outras características são a facilidade para integrar uma equipe, o equilíbrio e o bom convívio.

Conformidade

O último fator avalia como a pessoa reage diante de uma regra ou processo estabelecido em um ambiente. Sua principal emoção é o medo, por isso ele busca adequação a qualquer exigência.

O colaborador com esse perfil é perfeccionista, cuidadoso, analítico e preciso. Lembre-se de que seu ponto forte é a conformidade às regras. Então, ele é muito eficaz naquela função que exige atenção ao cumprimento de uma norma.

Qual é a importância do DISC?

Quando a empresa utiliza essa metodologia, consegue ter uma ideia mais precisa do perfil do candidato ou colaborador. Assim, é possível contratar o profissional certo para determinado cargo ou realocá-lo de forma adequada, quando se trata de alguém que já faz parte de seu quadro. Portanto, ela é muito útil para a gestão de pessoas.

Isso beneficia ambas as partes. Quando está em uma função compatível com suas características, o colaborador se torna muito mais produtivo, pois a tarefa exercida explora justamente sua maior habilidade.

Por sua vez, o profissional também se sente satisfeito com o ambiente de trabalho. Essa relação positiva contribui para seu bem-estar e promove o engajamento com o objetivo da empresa. O resultado é a retenção de talentos, o que reduz o índice de turnover e o gasto que ele provoca.

Sempre é válido destacar que, de acordo com a metodologia DISC, não existe um perfil melhor ou pior. Todas as pessoas podem alcançar o sucesso, desde que a responsabilidade atribuída seja adequada às suas características.

Agora que você já sabe como usar a metodologia DISC para selecionar colaboradores, que tal contar com a parceria do Santander para anunciar suas vagas e reforçar a equipe com talentos que estão em busca de uma carreira de sucesso? Conheça nosso portal!

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Em quatro meses, pequenos negócios criaram quase 300 mil novos empregos

Notícias e Atualidades

Adultos são tão capazes de adquirir fluência em um idioma quanto crianças

Desenvolvimento

Remuneração: tudo o que você queria saber mas não tinha pra quem perguntar...

Desenvolvimento

Como é ser um CEO mais novo do que os diretores?

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR