Mulheres no poder: como as empreendedoras estão revolucionando o mercado brasileiro

Entre os novos negócios abertos em 2016 no Brasil, mais da metade foi fundada por mulheres.

15-08-2018

empreendedoras

O trabalho da mulher já foi muito desvalorizado no passado. Mas esse cenário está mudando com a evolução social, como mostram diversas iniciativas de mulheres ao redor do mundo.

Empreendedoras de diferentes áreas têm conquistado novos espaços. Elas já respondem a uma participação no mercado tão importante quanto a dos homens. Confira a seguir!

O empreendedorismo feminino no Brasil

De acordo com a pesquisa realizada pelo Sebrae e pela Global Entrepreneurship Monitor, em 2016 o crescimento do empreendedorismo feminino foi de 15,4%, enquanto o masculino foi de 12,6%.

A mesma pesquisa revelou que as mulheres foram responsáveis por 51,5% dos novos negócios criados no Brasil em 2016.

Esses números mostram que a mulher está ocupando cada vez mais lugares estratégicos no mercado e liderando a abertura de negócios capazes de movimentar a economia brasileira.

A vontade de empreender é visível. Será que elas deixariam o próprio negócio para trabalhar com carteira assinada, em uma situação hipotética? Diante dessa pergunta, 72% das entrevistadas afirmaram que preferem continuar com o negócio próprio. A informação é do Serviço de proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

É interessante notar que esse movimento não representa um abandono de tarefas ligadas ao cuidado dos filhos e da casa. Isso fica evidente com os dados do Governo Federal, que mostram que três em cada quatro lares são chefiados por uma mulher. Destas, 41% têm negócio próprio.

A conquista de um lugar ao sol

Toda essa vontade de empreender não é de agora. Historicamente, a mulher teve sua ação reduzida ao universo doméstico.

A situação começou a mudar principalmente a partir da Revolução Industrial, em que a mão de obra feminina passou a ser importante nas fábricas. A possibilidade de trabalhar veio dessa necessidade e dos já crescentes movimentos de mulheres que reivindicavam mais liberdade.

Desse marco em diante, a força de trabalho feminina foi se espalhando por diversas funções no mercado.

Embora alguns ambientes ainda reproduzam uma estrutura sexista, a mulher tem provado que não existe tarefa exclusivamente feminina nem masculina. Elas já mostraram que são ótimas gestoras e empreendedoras.

A apropriação mercadológica do trabalho feminino

A resposta do mercado foi rápida a essa transformação, especialmente na busca por um equilíbrio da relação de gênero nas empresas. É o caso de aplicativos de transporte que foram criados para empregar e transportar mulheres, criando espaços livres de assédio. É o caso do Femitaxi, Lady Driver e Taxi Rosa.

Outras iniciativas — investir na maternidade, por exemplo — mostram como o mercado reagiu positivamente a essas transformações.

Além de gerarem renda para as próprias trabalhadoras, as novas soluções ainda permitem a formação de redes de suporte que auxiliam no empoderamento de outras mulheres.

As grandes empreendedoras brasileiras

Conheça a seguir algumas mulheres fortes que conquistaram o mercado na área em que atuam.

Luiza Helena Trajano

Seu nome faz parte de uma das maiores lojas varejistas do país, o Magazine Luiza. Ela começou a trabalhar com vendas ainda com 12 anos. Inspirada por outras mulheres que a cercavam, conquistou o sonho de ser dona de uma das maiores marcas do varejo do Brasil.

Leila Velez e Zica Assis

Juntas, elas buscaram um produto perfeito para cabelo cacheado. A solução deu origem ao Beleza Natural, uma das mais conhecidas empresas especializadas no cuidado com o cabelo crespo ou ondulado.

As histórias são muitas e se multiplicam mundo afora. Mulheres determinadas são grandes responsáveis pela movimentação do mercado contemporâneo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

São Paulo é uma das 50 melhores cidades para empreendedorismo feminino

Notícias e Atualidades

Conheça a agenda de eventos de agosto

Desenvolvimento

Day1 | Darci Roberto Schneid

Desenvolvimento

O impacto da tecnologia nos negócios

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR