Confira essas 5 dicas e garanta a saúde financeira da sua empresa

Manter a saúde financeira da sua empresa é essencial para garantir bons negócios e crescimento constante. Saiba o que fazer para otimizar esse processo.

03-05-2018

garanta a saúde financeira empresarial


Manter a saúde financeira empresarial é um dos principais objetivos dos gestores. Essa preocupação deve refletir sobre algumas questões fundamentais da administração, pensando em pontuar quais são os gargalos enfrentados ao buscar o controle das finanças e os corrigindo para alcançar os melhores resultados.

Por isso, preparamos 5 dicas para garantir a saúde financeira da sua empresa. Acompanhe!

1. Entenda os desafios da empresa

Antes de qualquer coisa, dados sobre o mercado de atuação devem ser levantados, sempre levando em consideração qual é o diferencial competitivo do empreendimento. O cenário importa, pois além dos pontos positivos e negativos internos (qual é a real situação financeira da empresa?), oportunidades e ameaças devem ser previstas.

O que, pontualmente, está impedindo que a empresa tenha uma gestão financeira eficiente? Quais pontos estão deficientes? Para responder a essas perguntas, use os resultados como ponto de partida. Vá retrocedendo as ações até achar o que não ocorreu conforme o planejado. Assim, você entende as particularidades do negócio, obtendo uma perspectiva ativa.

2. Mantenha o foco no planejamento estratégico

Quando a empresa não sabe claramente quais são seus propósitos, os processos não são nivelados e isso faz com que a linha de frente expresse a falta de direcionamento do negócio. Logo, os danos começam a aparecer em forma de prejuízo financeiro.

Se a estratégia do negócio não é bem estruturada, nada vai bem. Muitos problemas operacionais que acarretam em despesas para a empresa podem ser corrigidos quando abordados sob a ótica dos grandes objetivos do empreendimento.

3. Trace metas claras e factíveis

É frustrante tentar alcançar um objetivo que muda de rota a todo momento ou bater uma meta impossível. É bom desafiar a equipe e é importante estabelecer objetivos ousados — principalmente quando falamos em vendas, expansão e aumentos no faturamento —,  mas é necessário manter o pé no chão.

Qual é o real resultado que a administração quer para a empresa? Ele é alcançável na organização atual? Em quanto tempo? É possível subdividir essa meta em metas menores? O que é necessário para cada etapa? Desenhe o plano de ação com clareza, sempre definindo o tempo em que cada etapa deve ser alcançada. Lembre-se que ter uma meta é estipular método e prazo.

4. Organize e otimize os processos

Se o seu planejamento estratégico está indo de vento em popa, resta se preocupar com a parte tática e operacional. Revise os processos, focando nos que são principais dentro da cadeia produtiva da empresa — eles usam o mínimo de recursos e têm o melhor aproveitamento possível?

Mantenha o foco nos produtos, serviços ou soluções mais importantes. Mecanizar e automatizar atividades é sempre uma boa solução, principalmente para quem lida com informações em larga escala. A comunicação também é um fator que merece atenção: centralize-a e impeça que qualquer ruído atrapalhe o fluxo.

Erros e retrabalhos são sinônimos de despesas adicionais. Para manter o orçamento enxuto, os processos devem ser orquestrados. Quanto maior for a perfeição das tarefas executadas, menos prejuízo a empresa enfrenta por conta delas. Por outro lado, se os processos são eficientes, a produtividade cresce e, por consequência, a receita também.

5. Meça os resultados e ajuste as ações

À essa altura, a gestão planeja e implementa. Resta usar métricas para checar os resultados e ajustar o que for necessário. Um grande diferencial na boa gestão financeira — além de se manter sempre dentro da legislação, evitando deslizes que podem custar caro — é a boa análise dos balanços contábeis.

Muitos empresários pensam que a contabilidade serve para prestar contas ao fisco, ignorando a realidade de que os débitos e créditos lançados podem fornecer informações valiosas. Toda movimentação financeira que acontece em uma empresa gera um registro. Por que não usá-los estrategicamente?

A saúde financeira empresarial é fundamental para o bom desenvolvimento e perpetuidade do negócio. É essencial contar com a parceria de quem tem capacidade de orientar a gestão do dinheiro da empresa, apontando, por meio de análises e experiência consolidada, caminhos de sucesso. Lembre-se de decidir por um banco que some na trajetória do empreendimento.

Quer avançar rumo a grandes conquistas? Entre em contato conosco, conte-nos a história da empresa, compartilhe quais desafios enfrenta e saiba como podemos auxiliar no crescimento do seu negócio!

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Como determinar o preço de um produto na hora de exportá-lo

Notícias e Atualidades

Quais são as marcas brasileiras com maior presença no exterior?

Desenvolvimento

Aprenda os segredos de um dos maiores CEOs de todos os tempos

Desenvolvimento

Análise Econômica

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR