Esclarecemos todas as suas dúvidas sobre fluxo de exportação

Conhecer o processo é essencial para iniciar sua operação legalmente.

18-01-2019

Sabia que o Brasil é a 24ª maior economia de exportação no mundo? Em 2016, o país movimentou uma quantia de US$ 191 bilhões lá fora. Nesse cenário, é essencial conhecer o fluxo de exportação, sobretudo se você quer lucrar mais e expandir o negócio.

Pensando nisso, vamos falar sobre esse conceito, como funciona, as mudanças recentes e por que é importante completar o fluxo corretamente. Continue a leitura e descubra!

O que é fluxo de exportação?

É um conjunto de etapas que a empresa obrigatoriamente precisa percorrer para vender um produto ou serviço em outro país.

Como funciona na prática?

O fluxo de exportação acontece em três fases diferentes.

A pré-exportação, como o próprio nome sugere, são os primeiros procedimentos para habilitar a empresa. Por exemplo, estudo de mercado, cadastro nos órgãos competentes e adequação do produto que será exportado.

A etapa de exportação envolve a parte operacional: tramitação de documentos, aquisição ou viabilidade de meio de transporte adequado ao tipo de produto, escolha do canal de distribuição e outros.

Já na etapa de pós-exportação, é recomendável trabalhar para que as atividades anteriores sejam bem-sucedidas. Assim, o cliente fica satisfeito, volta a comprar e pode recomendar a sua marca para parceiros.

Houve mudança no despacho de exportação?

A Receita Federal fez uma alteração que ajudou a reduzir o tempo bruto entre o registro e o desembaraço da declaração. Com o fluxo mais ágil, já não é necessária a presença do exportador ou seu representante à instituição aduaneira para a entrega do documento.

A declaração selecionada para 'canal verde' será tramitada automaticamente, o que reduz o custo operacional para o exportador. Com a adoção desse sistema, ele deve apresentar a documentação apenas quando a exportação for caracterizada como 'laranja' ou 'vermelho'.

Em todo caso, o envio de formulário para o despacho aduaneiro será realizado de forma eletrônica. Isso ajuda a diminuir a burocracia e ainda elimina a necessidade de apresentar documento em papel antecipadamente.

Por que é importante seguir o fluxo de exportação corretamente?

A exportação aumenta a competitividade da empresa tanto dentro quanto fora do país. Acontece que é preciso obedecer a uma série de regras para garantir que toda etapa seja feita sem falha.

Afinal, cada lugar tem suas exigências e particularidades. Então, é fundamental cumprir todo requisito para que a venda seja feita, autorizada e encaminhada de acordo com a legislação vigente do país.

Além de tudo, há a questão de logística. É bom levar em consideração o meio mais seguro para transportar o produto, bem como buscar ferramentas para tornar esse processo acessível. Todos os detalhes merecem a sua atenção para que a missão seja um sucesso.

Conforme vimos, o fluxo de exportação é um conjunto de etapas que possibilita a expansão da sua marca. Quer saber quais países selecionar para fazer negócio, que empresas contratar ou como se estabelecer no exterior? Conheça o Santander Trade, um recurso que identifica parceiros com alto poder de atuação!

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR