Aprenda como dar feedbacks para sua equipe com nossas 5 dicas

Retorno das ações pode gerar melhoria na produtividade dos funcionários

10-10-2018


como dar feedback

Um grande
desafio de gerir uma empresa está relacionado a dar feedback para a equipe, pois esse processo é essencial para a melhoria no desempenho de cada colaborador.

Segundo um estudo feito com cerca de 900 participantes, divulgado no portal Harvard Business Review, 57% dos participantes preferem receber um feedback corretivo do que um reconhecimento ou elogio. Além disso, 72% apontaram que sua performance melhoraria caso o gerente entregasse um feedback corretivo.

A importância desse tipo de avaliação se estende também para o gestor. Uma pesquisa divulgada no portal da Forbes, feita com 51.896 líderes, apontou que os 10% que mais pediram feedback foram significativamente mais eficazes do que os 10% que menos pediram. O primeiro grupo atingiu 86% em um escala de percentual de liderança eficiente, enquanto o segundo ficou com apenas 15%.

Para ajudar você a fornecer o melhor feedback para sua equipe, separamos 5 dicas e outras informações sobre a prática. Aproveite!

O que é um feedback?

Feedback é uma espécie de retorno fornecido a partir de determinado evento ou solicitação. No ambiente empresarial, consiste em uma ferramenta usada para repassar uma observação sobre performance, comportamento ou resultado de um colaborador ou equipe.

Qual é a sua importância para uma empresa e seus funcionários?

Por intermédio do feedback, é possível indicar em qual ponto alguém necessita melhorar. Aliás, quando o foco desse instrumento é consertar algo considerado inadequado, ele passa a ser chamado de feedback corretivo.

A empresa que incentiva essa prática consegue otimizar seu desempenho, pois a equipe trabalha em constante aperfeiçoamento a fim de solucionar qualquer falha observada.

Como dar feedback de forma adequada?

1. Seja claro

É preciso ter clareza ao repassar qualquer observação ao colaborador. Ao empregar uma linguagem vaga ou frase descontextualizada, dificilmente quem recebe o feedback vai entender o que precisa melhorar.

2. Fale na primeira pessoa

É importante utilizar a primeira pessoa para manter um tom menos formal ao fornecer o feedback, valorizando o fator humano. Isso também serve para evitar que o interlocutor se sinta ameaçado e fique na defensiva.

Por exemplo, em vez de dizer “você não enviou o projeto que era para quinta-feira”, opte por “eu não recebi o projeto quinta-feira”. Essa mudança evita que a sentença seja entendida em tom acusatório, que pode intimidar o colaborador.

3. Preze a privacidade

Quem transmite o feedback deve escolher um local privado para isso, especialmente se houver alguma observação crítica. A privacidade previne interrupção e evita que o colaborador se sinta envergonhado.

4. Cuide do tom e dos termos utilizados

Todo palavrão, frase imperativa ou termo chulo deve ser evitado durante uma reunião de feedback. Esse tipo de linguagem deixa o clima mais pesado, transmitindo uma sensação negativa a quem recebe a observação. O tom também precisa ser comedido.

Em um caso extremo, o uso dessa linguagem combinado a um tom ríspido pode levar ao assédio moral, especialmente se quem dá o feedback estiver irritado.

5. Forneça avaliação coletiva

Existe o feedback que deve ser repassado a todos, pois envolve um resultado coletivo. Repassá-lo a um só funcionário pode adicionar pressão extra a ele — o que não contribui para a evolução do time. Portanto, avalie qual ação inadequada deve ser discutida em particular e qual precisa ser debatida em equipe, a fim de que ela trabalhe em conjunto para encontrar a solução.

Qual é o benefício da cultura do feedback para a empresa?

Uma cultura do feedback promove a transparência no ambiente empresarial, além de possibilitar que cada colaborador saiba em quê o seu desempenho precisa melhorar. Consequentemente, ele é capaz de aumentar sua produtividade.

Como implementar essa cultura?

Essa cultura deve ser implementada em sintonia com o código de conduta da empresa, estabelecendo o limite do feedback. Também precisa ser fomentada entre os líderes, para que a troca de avaliação se torne uma prática comum.

Além de saber como dar feedback, cada líder deve aprender a recebê-lo. Dessa maneira, conseguirá aprimorar o seu próprio desempenho profissional, a fim de se tornar um gestor mais eficaz.

Agora que já sabe como dar feedback, que tal descobrir um espaço para anunciar vagas e aumentar a chance de atrair profissionais qualificados?

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Entenda como utilizar a gamificação nos treinamentos da empresa

Desenvolvimento

Gestão por confiança

Desenvolvimento

Você atua como um empresário de valor?

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR