Produção de café tem crescimento previsto para 2018

Estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento, a Conab, prevê aumento na produção de café de mais de 20% com relação ao ano passado

08-02-2018

Café


O ano de 2018 mal começou e já apresenta boas previsões para alguns dos mais importantes mercados do agronegócio. É o caso do café, produto de grande relevância no segmento. Segundo estimativas de órgãos especializados, o plantio e colheita do grão terão boas notícias neste ano, com aumento considerável em seus números, configurando um crescimento da produção de café.

As previsões se originam da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com apoio do Conselho Nacional do Café (CNC) na pesquisa.

 

Levantamento estatístico

Em levantamento estatístico divulgado recentemente, a Conab estima o crescimento da produção em 2018 na ordem de 21,1% a 30,1%, com relação ao mesmo período de 2017. A primeira previsão para este ano é do aumento em um volume entre 54,4 e 58,5 milhões de sacas, com área de plantio chegando a 2.202,6 mil hectares.

Para a Companhia, os bons números seriam resultado do que é considerado um ciclo de alta bienalidade, envolvendo condições climáticas favoráveis e o uso positivo de tecnologias recentes. Levando em conta as variedades, a safra arábica deve apresentar crescimento médio de 26%, ao passo em que a conilon terá expansão de aproximados 24,3%.

Os primeiros meses do ano apresentam um aumento esperado na produtividade, graças ao ciclo bienal da safra e o período tradicional da colheita.  

 

Minas Gerais

A previsão do Conab, ao especificar as estimativas da safra no estado de Minas Gerais, leva em conta o período de seca vivido pela região entre julho e setembro de 2017 e chuvas irregulares, mas intensas, após este período. O aumento para este ano está previsto entre 19 a 25,3%.


São Paulo

Segundo o Conab, o estado de São Paulo teve um bom período de chuvas começando em outubro de 2017, o que influenciou números positivos nos maiores polos produtores paulistas, já que o primeiro semestre do ano passado foi afetado por secas.

O aumento na safra paulista foi da ordem de 32,7% a 39,5%.

 

Café Especial

A Associação Brasileira de Cafés Especiais ou BSCA, em pesquisa encomendada junto à Euromonitor International, também divulgou recentemente bons números para o consumo de café especial no país.

O levantamento indica que o volume de café especial comercializado representa 5,1% do total do grão no Brasil e projeta para o ano de 2021 o consumo de 1,7 milhão de sacas de especiais.

 

Presença do Brasil no mercado mundial

As boas previsões estabelecidas na produção de café, de acordo com o levantamento da Conab e do CNC, também têm bons reflexos na representatividade do Brasil perante os demais produtores ao redor do mundo.

Dados do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) estipulam um crescimento do consumo desse produto no planeta – um aumento de 30% até 2030.

Diante desse cenário, para que o país continue relevante e conserve sua posição no mercado exportador, todo crescimento na produção de café é bem-vindo.

 

5 coisas que talvez você não saiba sobre o cultivo do milho

 

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Santander e Esalq/USP realizam Cerimônia de premiação do Prêmio Novo Agro. Conheça os vencedores.

Notícias e Atualidades

Conheça os indicadores do Rally da Pecuária 2018?

Desenvolvimento

Programa Produzindo Certo - Fazenda Segredo

Desenvolvimento

Programa Produzindo Certo - Fazenda Santa Fé

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR