Você sabe o que é computação cognitiva?

Ferramenta ditará as principais mudanças tecnológicas que vamos viver

15-08-2017

o-que-e-computacao-cognitivaFoto: Shutterstock

Para quem não conhece, o termo computação cognitiva é a capacidade de computadores pensarem praticamente como seres humanos.

Os computadores que, antigamente, eram utilizados para efetuar cálculos, evoluíram para utilização de sistemas programáveis e, em poucos anos, serão usados para processamento de informações e tomadas de decisões baseadas em experiências anteriores e sem depender da intuição, possibilitando que robôs entendam sentimentos e sensações – como o cérebro humano.

Por meio da computação cognitiva, sistemas podem se conectar a diversos conhecimentos para aprenderem sobre variados temas de forma similar a mente humana. Se ela funciona? Bom, em 2011, a IBM, com um sistema de computação cognitiva batizado de Watson, conseguiu derrotar dois conhecidos vencedores de um programa de perguntas e respostas da televisão americana. E já se passaram seis anos do acontecido.

A computação cognitiva propõe compreender dados a favor dos negócios. Atualmente, computadores já podem ser utilizados para reconhecer e prevenir ameaças, analisar dados e prever a probabilidade que um evento aconteça, melhorar a satisfação do cliente a partir do seu feedback e outras infinitas possibilidades de atuação, considerando que o sistema pode valer para todas as indústrias.

Considerando o cenário, as empresas precisam se adaptar ou podem perder uma boa posição no mercado. Hoje, já é fundamental que utilizem dados e informações para criarem seu planejamento estratégico e posicionamento – e a tendência é que isso só aumente: é preciso saber transformar um dado em informação útil para que o negócio alcance seus objetivos.

Áreas da saúde, educação, finanças, marketing, recursos humanos e vários ambientes de negócios podem aproveitar a tecnologia para maximizar seus ganhos. Para uma empresa que tem relacionamento direto com seus clientes, por exemplo, a computação cognitiva pode ser fundamental para atender o consumidor com a máxima excelência: organizações podem utilizar todos os dados sobre produtos e compradores para que ofereçam um serviço cada vez mais adequado às necessidades dos clientes.

E engana-se quem pensa que apenas os consumidores são favorecidos com a tecnologia: além de faturar mais por entregar o que seus compradores esperam, as empresas podem reduzir custos operacionais e garantir a automação do negócio.

Veja também:
» Quero que minha empresa cresça: as principais notícias sobre gestão, mercado, marketing, estratégia e finanças
» Cursos online que disponibilizamos para você e seus funcionários
» Construindo Equipes: anuncie suas vagas gratuitamente conosco
» Desenvolvimento: as ferramentas essenciais para gerir o seu negócio

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

3 hábitos que podem estar acabando com sua criatividade

Desenvolvimento

Como Inovar Em Modelos de Negócios

Desenvolvimento

Inovação e Empreendedorismo