“Mundo digital é adição, não subtração”, diz Walter Longo, presidente do Grupo Abril

O que aprender com o desafio enfrentado por Walter Longo no Grupo Abril

12-07-2017

mundo-digital-walter-longoFoto: Shutterstock

Nos últimos tempos, rumores de que a mídia impressa estava com os dias contados começaram a rondar entre todas as pessoas. Jornais e revistas dariam lugares a portais online e aqueles que gostavam de ler os veículos teriam que se adaptar ao meio digital.

Anos passaram, alguns veículos realmente deixaram de circular e dezenas de sites de notícias surgiram, mas continuamos vendo revistas e jornais vendendo nas bancas e chegando nas casas de assinantes. Afinal, o que aconteceu?

Foi com esse questionamento e desafio que Walter Longo assumiu a presidência do Grupo Abril: o que fazer com uma empresa que produz conteúdos impressos? De primeira impressão, Longo assumiu o Grupo pensando em digitalizá-lo. Mas será que acabar com as mídias impressas era realmente o caminho?

Uma das primeiras tarefas como presidente do Grupo foi uma revisão estratégica das crenças e propósitos da organização. A empresa, que já estava condenada ao fato de que jornais e revistas estavam com os dias contados, teve que mudar totalmente seu rumo de atuação.

Partindo do princípio de que não vislumbrar o futuro das mídias impressas não significava, necessariamente, que não houvesse um futuro para elas, Longo implementou a visão de que papel e digital são complementares e não substituíveis e começou a transformar o modelo de negócio do Grupo.

O presidente acreditava que para inovar era necessário olhar para o mesmo negócio, só que com outros olhos e, por isso, passou a enxergar suas revistas não só como mídias impressas, mas sim como plataformas de expansão. Não como fim, mas sim como meio.

Agora, as revistas impressas não só trazem o conteúdo semanal, como também possuem links de vendas ou que complementam as matérias que podem ser acessados no mesmo momento pelos smartphones de leitores. Além disso, o Grupo lançou uma série de novidades, como a plataforma de revistas digitais GoRead e o GoBox, plataforma de assinatura de produtos.

Longo soube unir o impresso ao online partindo do princípio de que o mundo digital não deve ser encarado como subtração e sim como adição. Transformou a forma como Grupo se comunicava tanto com seus leitores como com seus parceiros comerciais. Hoje, não inovar não é uma opção e a mudança é o único estado permanente.

O QUE APRENDER COM WALTER LONGO
Olhe para o seu negócio. Quais processos você poderia inovar, mas ainda não teve coragem? Seguindo o princípio de que o mundo digital é adição, procure analisar como sua empresa pode se beneficiar das ferramentas e plataformas online: criando um e-commerce? Digitalizando um processo? Investindo mais em redes sociais? Saiba adaptar-se às tendências e às transformações do mercado tendo sempre em mente que toda organização pode se reinventar e aprimorar ainda mais sua atuação.

Veja também:
» Quero que minha empresa cresça: as principais notícias sobre gestão, mercado, marketing, estratégia e finanças
» Conexões: os cases de sucesso que indicamos conhecer
» Cursos online que disponibilizamos para você e seus funcionários
» Construindo Equipes: anuncie suas vagas gratuitamente conosco
» Desenvolvimento: as ferramentas essenciais para gerir o seu negócio

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

3 hábitos que podem estar acabando com sua criatividade

Desenvolvimento

Inovar para obter melhores resultados

Desenvolvimento

A busca por inovação e o empreendedor na nova economia