Escalabilidade: como aplicar essa característica no processo de produção?

Se usada corretamente, a escalabilidade pode gerar um crescimento seguro em médio e longo prazo.

30-08-2018

escalabilidade

Quem deseja
empreender com sucesso precisa atentar a um conceito importante: escalabilidade. Essa característica pode ajudar a empresa a expandir sem que seus custos disparem e prejudiquem a operação, além de gerar um retorno cada vez melhor.

Quer saber por que é importante ter um negócio escalável? Continue lendo e descubra mais sobre a ligação desse fator com um crescimento sustentável!

Qual é o conceito de escalabilidade?

Escalabilidade tem a ver com ganho de escala. É quando a companhia ou sistema tem a possibilidade de aumentar suas operações, a quantidade de clientes e o faturamento de forma flexível — sem que o custo aumente na mesma proporção. A ampliação também ocorre sem perder as qualidades que agregam valor ao seu produto ou serviço.

Um sistema ou projeto escalável consegue reduzir o volume de atividades em uma eventual queda na demanda, sem que isso cause problema em sua estrutura de funcionamento.

Para que serve a escalabilidade?

Ela fornece uma base sólida para o crescimento de um negócio sem que sua operacionalização se torne custosa demais. Também permite que ele se amplie sem demandar muitos recursos — de pessoal, financeiro ou de maquinário, por exemplo.

Quais são as principais características de um negócio escalável?

O primeiro aspecto é que ele é replicável. Isso significa que seu processo e sua gestão podem ser reproduzidos com facilidade e gerar receita recorrente, pois há mercado para crescimento.

Outro ponto é que ele é ensinável. O conhecimento sobre o processo de produção pode ser repassado a qualquer pessoa.

Uma terceira característica é que um modelo escalável é valioso, distinguindo-se da concorrência devido à especialização de sua operação ou de uma atividade bem-executada.

Por que esse fator é importante para a empresa?

Ele permite que ela cresça de forma sustentável enquanto maximiza seu ganho. Exemplos de negócios escaláveis são encontrados mais facilmente no ambiente tecnológico e online, como um marketplace. Ele fornece a plataforma para que uma empresa venda seu produto ou serviço, cobrando uma porcentagem.

Para crescer, não é preciso criar outra plataforma, apenas atrair novos parceiros e clientes. Desse modo, o marketplace pode alcançar outros territórios com agilidade. Esse modelo de negócio é tão eficiente que faturou R$ 73,4 bilhões no Brasil em 2017 com a venda de artigos novos e usados. O dado é da 37ª edição do estudo Webshoppers.

Como ter um negócio escalável?

Estabeleça um objetivo claro

Você precisa ter um objetivo claro voltado para a expansão do negócio. Nesse caso, é interessante instituir uma cultura de internacionalização a fim de expandir a empresa para o mercado externo. A operação deve ser trabalhada com foco em escalabilidade já no princípio.

Adquira conhecimento e organize seu processo

Para levar adiante um projeto escalável, é preciso conhecer os aspectos organizacionais que sustentam esse tipo de negócio — como tecnologia, estrutura de gestão e modelo de funcionamento.

Como mencionado, também precisa ser ensinável. O processo de produção deve ser replicado sem perda de funcionalidade.

Se quiser obter o aprendizado necessário para melhorar sua gestão, conheça o espaço de cursos online do Santander. Nele, você pode adquirir conhecimento sobre o mundo empresarial e ainda descobrir como inovar seu negócio.

Adote uma solução em nuvem e amplie o uso de tecnologia

É indicado adotar uma solução em nuvem para gerenciar a empresa e até para oferecer seu serviço ou produto, caso tenha um e-commerce. Dessa forma, não haverá problema se acontecer um aumento no tráfego ou se for preciso ampliar o número de mercadorias/parceiros no sistema.

Outra vantagem é o acesso ao sistema de qualquer local do mundo, 24 horas por dia. Basta haver conexão com a web.

Desenvolva um sistema de franquia

A franquia permite crescimento sem elevação expressiva do custo. Isso porque ela envolve o compartilhamento de know-how sobre o negócio para um empresário interessado naquele modelo. Ele recebe treinamento e suporte enquanto expande a marca para outro território, envia uma porcentagem das vendas e ainda rateia a maior parte dos custos de expansão.

Por fim, vale destacar que a escalabilidade é levada em consideração por agentes do mercado como investidores-anjos e fundos de investimento que aplicam em empresas com grande potencial de crescimento.

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Empresários miram expansão na América Latina

Notícias e Atualidades

Live Marketing: tudo sobre a estratégia queridinha das grandes empresas

Desenvolvimento

Planejamento Estratégico e Gestão do Desempenho

Desenvolvimento

Processo criativo para solução de problemas

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR