Conheça alguns efeitos da taxa de câmbio nos negócios

Saiba como a taxa de câmbio impacta as empresas, principalmente aquelas que trabalham exportação e importação de produtos

12-03-2018

Câmbio


De acordo com a definição do Banco Central do Brasil, a
taxa de câmbio representa o preço de uma moeda estrangeira em unidades da moeda nacional.

O sistema econômico de um país pode ser influenciado pelas variações cambiais no sentido que todo tipo de transação que tenha relação com algum detalhe no exterior será impactada.

Essas variações vão influir diretamente nas atividades de importação e exportação, com a possibilidade de causar fortes consequências nos negócios.


Aplicativos que podem te ajudar a expandir seu negócio para o exterior


Desvalorização ou valorização?

Da mesma forma que em outros setores da economia, uma queda em um índice não representa, necessariamente, apenas aspectos negativos.

E isso é fundamental para entender os efeitos da taxa de câmbio nos negócios.

É o caso da desvalorização cambial. Se a moeda do país perde valor, significa que as compras do exterior passam a ficar mais caras.

Nesses casos, quem sai beneficiada é a exportação. Empresas que tenham um mercado em potencial fora do país têm a possibilidade de explorar esse aumento das vendas.

Por outro lado, quando o câmbio do país está valorizado, a alta impacta negativamente no produto exportado (pois está mais caro) e, por sua vez, incide no crescimento da importação de produtos do exterior.

Essa entrada de mercadorias externas pode ter efeitos negativos para a economia nacional, como o aumento da concorrência para a indústria nacional, que muitas vezes é pouco competitiva e acaba perdendo mercado para os produtos importados.



Como os negócios são impactados pelo câmbio

A movimentação interna de compra e venda passa a ser influenciada pelo cenário econômico externo.

Se os produtos importados estão mais baratos, por exemplo, há queda no consumo de opções nacionais – o que pode gerar fortes prejuízos para a indústria nacional.

O outro caminho também existe: com produtos externos mais caros, o consumo de produtos produzidos dentro do país aumenta, diminuem os juros e cresce a produção.


Dicas de Comércio Exterior e Câmbio

Sabendo da relação intrínseca entre o Comex e a variação cambial, é importante buscar uma consultoria que proporcione o apoio necessário para essas operações.

O Banco Santander possui uma área exclusiva dedicada ao Comércio Exterior e Câmbio, que oferece suporte para essas áreas e, ainda, o acesso ao novo Portal de Negócios Internacionais para os clientes.

Clique aqui e tenha mais informações sobre o assunto.

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Quais são as marcas brasileiras com maior presença no exterior?

Notícias e Atualidades

A política tributária dos EUA atrai empresas brasileiras? Veja!

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR