4 dicas práticas para a gestão de fornecedores internacionais

Conheça a importância de melhorar a gestão de seus fornecedores com essas dicas práticas

21-05-2018

gestão-fornecedores-internacionais

A gestão eficiente de fornecedores internacionais é essencial para o equilíbrio e crescimento da sua empresa, pois além de um melhor preço, garantirá que seus insumos e matérias-primas sejam entregues em prazo e quantidade suficientes para atender à produção.

Sabendo disso, elaboramos um artigo com 4 dicas práticas para ajudar sua empresa a manter um bom relacionamento com os fornecedores. Leia e entenda melhor!

 

1. Conheça seus fornecedores

Para alcançar uma lista de fornecedores qualificados, o gestor deverá fazer um planejamento detalhado da produção e da expectativa de crescimento da sua empresa, alinhado com a necessidade de estudo dos fornecedores internacionais que tenham referência, possuam credibilidade e capacidade para atender as suas demandas.

Em um cenário com tantos fornecedores internacionais à disposição, é normal ter dúvida de como encontrar as melhores opções para você e para o seu negócio. Para isso, alguns critérios devem ser observados:

  • Reputação: faça uma pesquisa e verifique a satisfação dos clientes do fornecedor pretendido;
  • Capacidade técnica: verifique se os produtos que ele fornecerá têm qualidade necessária para a sua produção. Verifique a capacitação dos profissionais responsáveis;
  • Capacidade de produção: mesmo sendo uma empresa responsável e oferecendo ótimos produtos, se não puder produzir a quantidade que sua empresa precisa em cada época do ano, você deverá procurar outra empresa para evitar atrasos;
  • Frete/transporte: como se trata de fornecedor internacional, além da qualidade e preço, é necessário verificar o prazo e valor de entrega. Além de certificar que o transporte garantirá as especificidades do produto, como adquirido do fornecedor até sua empresa. Verifique também os impostos e taxas de importação;
  • Preço: se firmar no mercado exige qualidade e preços competitivos, por isso, ao contratar um fornecedor internacional é fundamental negociar valores, tendo em vista as despesas com transporte e importação;
  • Assistência pós-venda: deve ser estudado junto da proposta. Troca, reposição ou até o envio de funcionário para treinar sua equipe para melhor utilização dos equipamentos e produtos adquiridos.

 

Satisfeitos esses critérios, sua empresa terá um fornecedor adequado para o sucesso do seu negócio e satisfação de seus clientes. O Santander Negócios & Empresas dispõe de uma ferramenta excelente para a busca por parceiros no exterior: o Portal Santander Trade. Nele, você pode buscar por referências de milhares de parceiros internacionais.

 

2. Crie relação de confiança com o fornecedor

Aquisição de produtos, gestão de estoque, preços e prazos. Acompanhar tudo isso de perto ser muito complexo, mas com confiança, tudo será muito mais fácil. Pois estabelecer um canal claro de comunicação ajudará a desenvolver confiabilidade mútua e a solidez de uma relação para solucionar problemas, gerir conflitos e até negociar reajustes e prazos de entrega.

 

3. Formalize as negociações

Depois que todas as dicas acima forem seguidas, transforme as tratativas em um contrato bem escrito, com todos os termos detalhados. Veja alguns aspectos para começar:

  • Identificação clara do contratante e contratado com localização indicada;
  • Especificações técnicas detalhadas (tamanho, material, características);
  • Valor do produto e do transporte;
  • Responsabilidade sobre transporte e prazo de entrega;
  • Taxas, juros, impostos, moeda, conversão de moedas;
  • Escolha da legislação aplicável ao contrato.

 

A etapa da formalização deve ser descritiva e feita com calma, considerando a legislação, isso dará mais segurança para suas transações.

 

4. Monitore os preços

Um bom negócio hoje pode não atender tão bem a sua empresa amanhã. O mercado não é estático e o gestor precisa monitorar e reavaliar os preços ao longo da relação com o fornecedor.

Mesmo após definir os preços na hora da contratação, o gestor deverá monitorar as alterações no mercado e estabelecer formas justas de negociar sem comprometer a produção. O contrato precisa dar segurança e estabilidade e ao mesmo tempo contemplar a flexibilidade e possibilidade de negociar.

Assim, a gestão de fornecedores internacional ajuda a fidelizar seus clientes, pois garante preço, qualidade, entrega dos produtos dentro do prazo e assistência pós-venda. Desse modo, melhora seus lucros e competitividade no mercado.

Gostou das dicas de como fazer a gestão de fornecedores internacional? Se quiser saber mais sobre o processo de internacionalização, aproveite e leia o artigo “Desafio da internacionalização: 4 pontos para ficar de olho”.

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Você sabe quais são os produtos mais exportados pelo Brasil?

Notícias e Atualidades

5 desafios para vender produtos no mercado internacional

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR