Como lidar com sua equipe quando há risco de crise

Problemas podem acontecer e cabe ao líder comunicar e gerenciar a equipe durante a turbulência. Aqui vão dicas valiosas

24-01-2018

equipe

Em momentos de turbulência, toda a calma e a rotina de um escritório são bruscamente alteradas e, se não houver preparação, os danos podem ser muito graves em vários setores do negócio.

Diante da imprevisibilidade desses acontecimentos, fica a pergunta: como lidar com sua equipe quando há risco de crise?

Sobre esse assunto, este artigo vai trazer algumas providências que devem ser tomadas, preventivamente, com seu grupo de colaboradores, visando à preparação para essas circunstâncias.

 

Seja claro sobre os riscos

Se a equipe está despreparada para uma eventual crise, caso ela aconteça, pode cair feito uma bomba no desempenho do grupo.

A orientação dada por especialistas em gestão de crise é que, antes de iniciar um projeto delicado, a equipe seja informada sobre as possibilidades de eventuais problemas.

E isso pode ser utilizado como forma de incentivo. Deixe claro que as chances de sucesso são pequenas – mas que, se obtidas, serão responsáveis por uma revolução nos resultados dos negócios.

 

Monte seu gabinete de crise

Lendo esse subtítulo até parece alguma atividade relacionada à guerra, não é mesmo?

Mas a ideia é um tanto semelhante em alguns aspectos. A proposta é que, dentro de sua equipe, já exista um outro grupo, menor, que é designado a agir de forma pré-determinada quando da ocorrência de uma crise.

Escolha colaboradores que estejam dispostos a participar dessa proposta – também abra espaço para eventuais voluntários do time da casa. Defina funções, tarefas e expedientes em caso de ocorrência de problemas.

Uma vez determinado, caso não ocorra nenhum problema, mantenha uma rotina de reuniões de treinamento e reciclagem, para que o tema prossiga em destaque nas atribuições.

 

Estude as falhas

Não é só de sucesso que sobrevive um negócio. Na rotina do trabalho, certamente, haverá momentos de maior e menor prestígio.

Além de crises de grande, médio e pequeno portes. Busque levantar o maior número de dados sobre esses problemas.

Como classificar cada uma dessas crises? Quando elas ocorreram? Quais as circunstâncias que levaram a essa turbulência?

Essas informações são fundamentais para criar subsídios para gerenciar esses problemas, caso eles voltem a acontecer.



*

Lembre-se: quanto maior foi o número de processos e informações compartilhadas, melhor será a resposta da equipe a esses momentos mais delicados.

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Descubra os principais tipos de avaliação de desempenho

Notícias e Atualidades

Aumente o engajamento dos seus funcionários com 5 dicas simples

Desenvolvimento

Gestão de Pessoas. Vale a pena investir?

Desenvolvimento

Gestão Por Resultados - Colhendo Ganhos Imediatos

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR