Como está o mercado de franquias no Brasil

Associação Brasileira de Franchising realizou projeção para 2017

14-02-2017

como-esta-mercado-franquias-brasilFoto: Shutterstock

O segmento de franquias no Brasil continua caminhando para seu amadurecimento. Para empreendedores que buscam investir em um negócio seguro, 2017 pode ser o momento para aplicar em uma rede franqueada.

Em levantamento prévio realizado pela Associação Brasileira de Franchising, revelou-se que o faturamento do setor de franquias em 2016 deve crescer 8% em relação a 2015 – passando de R$ 139,593 bilhões para cerca de R$ 150 bilhões. A projeção, para 2017, é que a receita cresça de 7 a 9%.

“Para realizar a projeção, pesquisamos nossa base de associados, que fazem previsões de crescimento. Além disso, analisamos novos entrantes, que são as empresas que vão começar a franquear suas operações. Ou seja, o resultado vem da expectativa de franqueadores atuais com a acrescida de novos entrantes”, explica André Friedheim, diretor internacional da Associação.

A pesquisa mostrou que em 2016 houve uma redução de 1,1% no número de redes ante 2015 e a projeção é que ele se mantenha estável neste ano, com cerca de 3 mil marcas. “Nos últimos dez anos, o mercado de franquias cresceu muito no país. Tiveram novos entrantes, redes puderam se consolidar, houve aumento no profissionalismo e marcas mais reconhecidas ganharam o mercado”, conta André.

Já em relação ao número de empregos, a previsão é que, em 2017, haja um incremento de 2% a 3% no número de empregos diretos no franchising. De acordo com André, a agenda de ajustes operacionais e estratégicos adotadas em 2015 e 2016, anos impactados pela crise econômica brasileira, mostrou-se eficiente. “Recebemos novos investidores, criamos empregos e entregamos crescimento. Para esse ano, espera-se resultados ainda melhores”.

2017
Para os empresários que querem iniciar o ano investindo em uma franquia, André afirma que as áreas que podem gerar mais retorno são as de saúde, estética, beleza, ginástica e alimentação saudável. “Justifica nossas mudanças de comportamento e hábitos”. Os segmentos de educação e treinamento continuam sendo uma área forte; e o de alimentação continua sendo o maior.

De acordo com o diretor, 2017 possui boas oportunidades de investimento. “A crise acaba trazendo ótimas chances. Você negocia mais barato e ainda existe a oportunidade de comprar uma franquia em operação, possibilitando ao empresário começar um negócio com melhores condições”.

O segmento de alimentação, que sempre foi muito forte, é o mais seguro para investimentos. “É uma necessidade básica e ainda acompanha o crescimento da indústria de shoppings centers”, explica André, ao comentar que 80% das lojas de alimentação dos shoppings são franquias.

Veja também:
» Quero que minha empresa cresça: as principais notícias sobre gestão, mercado, marketing, estratégia e finanças
» Conexões: os cases de sucesso que indicamos conhecer
» Cursos online que disponibilizamos para você e seus funcionários
» Construindo Equipes: anuncie suas vagas gratuitamente conosco
» Desenvolvimento: as ferramentas essenciais para gerir o seu negócio

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

A importância da reputação digital

Notícias e Atualidades

O segredo para recrutar os melhores talentos para sua empresa

Desenvolvimento

Modelos de Negócios Sociais

Desenvolvimento

Papo de Empreendedorismo com Marina Silva