Base sólida: como alimentar a rede com ideias sustentáveis?

Por Diego Diniz, sócio-fundador e diretor comercial da Now Nutrição Esportiva

24-07-2017
diego-diniz2    Ao contrário do que muitas pessoas pensam, montar um negócio e iniciar um empreendimento não é um bicho de sete cabeças: basta identificar uma necessidade do mercado, desenvolver o produto ou moldar o serviço, identificar o público-alvo e dar início ao plano de negócios.

Alinhar as necessidades e a saúde do corpo e da mente à rotina atribulada é um dos desafios das últimas décadas. Alcançá-lo é conseguir manter a energia vital, aumentando a longevidade e a qualidade de vida: o que só é possível ao se dedicar à prática de exercícios, alimentação balanceada e cercando-se de pessoas e ideias que coadunem com o seu propósito de vida.

E é exatamente assim que funciona a manutenção da “saúde” de uma empresa. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, montar um negócio e iniciar um empreendimento não é um bicho de sete cabeças: basta identificar uma necessidade do mercado, desenvolver o produto ou moldar o serviço, identificar o público-alvo e dar início ao plano de negócios.

O grande xis da questão, contudo, é a manutenção saudável do mesmo, ainda mais em tempos de recessão, com pouco dinheiro em caixa e a necessidade recorrente de investir e inovar.

No varejo, além da difícil tarefa de conquistar clientes e mantê-los fieis à marca, trabalhar o fluxo de caixa é, talvez, um dos maiores desafios. “Fechar o caixa” todos os dias, de maneira positiva, é uma busca diária, independentemente da sazonalidade, tamanho ou foco de atuação.

Desta forma, seja no pequeno varejo ou em uma rede, o planejamento é a base que sustenta todo o negócio. E, dentro deste planejamento, o primordial é manter-se saudável financeiramente e em contato constante com o consumidor.

Na sequência, atenção dobrada com o fluxo de caixa, de modo a sempre dedicar uma parte do lucro para se reinvestir no próprio negócio: seja em treinamentos para a equipe, estrutura física, sistemas (caixa, controle de estoque, planilhas de giro, curva A e B, SKUs etc), marketing e comunicação: pontos que, certamente, fazem a diferença frente a concorrência.

A sustentabilidade também deve estar na ponta do lápis de cada uma dessas tarefas. empreendedor nunca deve se esquecer de conhecer, cada vez mais, seu consumidor e suas necessidades, tendo em mente a proposta de valor e a estratégia de atuação da empresa (menor preço, atendimento customizado, melhor mix, entrega a domicílio, agilidade na reposição, entre outros) e traçar as metas para alcançar esses propósitos.

Numa rede, particularmente, o benefício reside justamente no aprendizado contínuo e sistemático dos membros que dela fazem parte. É possível aprender e ensinar diariamente, compartilhando conhecimento e acreditando no objetivo comum a todos: o crescimento sustentável da própria rede.

É como olhar e pontuar o resultado que deseja para o corpo e traçar o tipo de treino. A quantidade de repetições e série de exercícios; a periodicidade e intensidade que levarão cada um ao que se espera; e a conscientização da necessidade de manter o ritmo e o padrão para que o efeito (seja no corpo ou no negócio), seja o esperado – e em longo prazo.

Gastar o menos possível (material e energia), potencializar o investimento, capacitar os profissionais e estar de olho no fluxo de caixa levará seu negócio a um futuro promissor. Acredite e faça acontecer!

Veja também:
» Quero que minha empresa cresça: as principais notícias sobre gestão, mercado, marketing, estratégia e finanças
» Cursos online que disponibilizamos para você e seus funcionários
» Construindo Equipes: anuncie suas vagas gratuitamente conosco
» Desenvolvimento: as ferramentas essenciais para gerir o seu negócio

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Saber dizer não influencia na sua carreira. Saiba como

Notícias e Atualidades

ENGAJAR: MAIS DO QUE RETER TALENTOS

Desenvolvimento

Day 1 | Guga e Lemann

Desenvolvimento

Day 1 | O brasileiro que desafiou os melhores