A importância do Agronegócio para o Brasil

Segmento tem participação ativa no desenvolvimento do país

07-07-2017

importancia-agronegocio-brasilFoto: Shutterstock

Você sabia que o agronegócio integra diversos setores da economia brasileira? Como é responsável por produzir variadas matérias-primas, além de garantir as refeições de todos os brasileiros, o setor oferece subsídios para produção de roupas, móveis, produtos de higiene pessoal, biocombustíveis, papel, entre uma série de itens que fazem parte do nosso dia a dia. Ou seja, sem o ciclo do Agronegócio, muitos setores não conseguiriam manter sua produção e, consequentemente, impactariam negativamente o crescimento do país. Entenda melhor a importância do setor para o crescimento do Brasil:

EXPORTAÇÕES
Em maio de 2017, as exportações brasileiras do agronegócio atingiram US$ 9,68 bilhões, superando em 12,8% o valor do mesmo período do ano anterior. As importações cresceram 30%, passando para US$ 1,3 bilhão. O superávit comercial do agronegócio brasileiro aumentou de US$ 7,59 bilhões para US$ 8,38 bilhões, sendo o terceiro maior da série histórica para meses de maio, abaixo apenas dos valores de 2012 e 2013.

O soja é quem lidera as exportações no país, sendo responsável por 48,8% das atividades do agronegócio no mês, gerando um total de U$ 4,72 bilhões. Produtos como açúcar (US$ 824,22 milhões) e celulose (US$ 527,72 milhões), e o setor de carnes (US$ 1,22 bilhão) também se destacaram entre as exportações no mês de maio.

Ter uma balança comercial positiva significa que está entrando mais recursos no país por meio dos ganhos das exportações do que saindo pelo pagamento das importações. O superávit comercial impulsiona a economia e o crescimento do PIB interno.

PIB
O agronegócio, inclusive, foi o principal responsável (23%) pela alta do PIB brasileiro no primeiro trimestre de 2017: cresceu 15,2% em relação ao mesmo período em 2016 e 13,4% em relação ao quarto trimestre do ano passado.

Mais de 75% do crescimento esperado para o PIB este ano deve vir da agropecuária, fazendo com que o Governo Federal aposte no setor para o crescimento do país. Em 2016, o setor, de acordo com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária), já havia superado as expectativas: cresceu cerca de 3%, frente a 3,3% negativos do PIB nacional.

O PIB representa a soma das riquezas geradas pelo conjunto dos mais diversos setores no País: os números revelados por ele impactam diretamente a qualidade de vida da população.

Se o PIB está apontando uma expansão econômica, por exemplo, influencia o bem-estar da sociedade, pois, se o país está crescendo, as pessoas conseguem sentir os efeitos: quanto mais se produz, mais empregos são gerados, preços diminuem e há mais disponibilidade de produtos no mercado.

EMPREGOS
O setor do Agronegócio cumpre uma função social importante para o país ao gerar não só alimentos para a população, como também emprego e, consequentemente, renda. Com mais de 14 milhões de pessoas desempregadas no Brasil, a Agropecuária gerou, em maio, 46.049 novos postos de trabalho, crescimento de 2,95% comparado ao mês anterior.

Desde o começo do ano, o setor acumulou um saldo positivo de 77 mil postos de trabalho, o desempenho mais positivo entre os principais setores da economia brasileira.

Veja também:
» Quero que minha empresa cresça: as principais notícias sobre gestão, mercado, marketing, estratégia e finanças
» Conexões: os cases de sucesso que indicamos conhecer
» Cursos online que disponibilizamos para você e seus funcionários
» Construindo Equipes: anuncie suas vagas gratuitamente conosco
» Desenvolvimento: as ferramentas essenciais para gerir o seu negócio

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR